quarta-feira, janeiro 30, 2008

Paphiopedilum gratrixianum









Este lindinho (ou lindão, ele é para o grandito) foi descrito em 1905, e é originário do Laos e Vietname. É fácil ver as semelhanças com várias espécies relacionadas como o insigne , o exul e o villosum - com o qual partilha inclusivamente a distribuição geográfica.

É uma planta vigorosa, produzindo muitos rebentos que demoram dois a três anos a atingir a maturidade. As folhas são compridas e finas, salpicadas de cor de vinho na base, e a bráctea floral tem a mesma pigmentação, o que a torna muito atraente. As flores não são grandes, cerca de 8 cm x 9 cm, mas o pedúnculo é bastante alto, cerca de 35-40 cm. Gosta de boa luminosidade indirecta e de secar entre regas. O cultivo é fácil apenas com uma ressalva, ele é bastante sensível à água calcária.

2 comentários:

Greenman disse...

O Paph que me deste tem um botão... Há que tempos que eu não tinha um Paph com um botão...

(não sei qual é)

TC disse...

Boa, se bem me lembro era um tipo Maudiae albino, a flor dura imenso tempo!