terça-feira, junho 19, 2007

Prosthechea trulla

Esta é mais uma orquídea que muda de género quase todos os anos!... Já lhe chamaram Encyclia, Anacheilum, Epidendrum... e provavelmente mais alguns nomes! Neste caso, até o nome da espécie dá origem a confusões: a minha foi adquirida como Epi. lancifolium, que na checklist dos Kew Gardens aparece como sinónimo de Prosthechea (Psh.) cochleata var. cochleata. Mas no registo de híbridos de Maio/Junho de 2004 da RHS há uma nota que diz que Epi. lancifolium é um sinónimo de Psh. cochleata, que tem sido erroneamente atribuído a plantas da Encyclia trulla - que por sua vez é um sinónimo de Psh. trulla... complicadinho!


Em relação à Prosthechea cochleata (que aparece com frequência à venda por cá), a trulla tem metade ou menos do tamanho, os pseudobolbos são mais ovais - os da cochleata são em forma de pêra - e as flores perfumadas têm tépalas mais largas de cor marfim, enquanto que as da cochleata são mais amareladas e inodoras.


O famoso (e muito comum por cá também) híbrido Psh. Green Hornet resulta do cruzamento da Psh. cochleata com a Psh. trulla.

Originária do México, tem um ciclo sazonal definido, precisando de temperaturas altas e regas abundantes no Verão e uma redução da água, temperatura e adubo no inverno - mas não deve ficar completamente seca por períodos prolongados. O substrato deve ter boa drenagem para permitir que as raízes sequem rapidamente, e a exposição deve ser razoável, com algumas horas de luz directa.

Gosto desta, não é nada exigente, ocupa pouco espaço e as flores são cheirosas e muito engraçadas, parecem ovnis a pairar no ar eheh

1 comentário:

Greenman disse...

Lindíssima esta menina... E a planta também, com os pseudobolbos tão arrumadinhos!