quarta-feira, junho 13, 2007

Dendrobium glomeratum



Mais conhecido pelo sinónimo de Dendrobium sulawesiense, atribuído em 2000 a plantas originárias do Sulawesi – reputadamente uma variedade de maiores dimensões que o Dendrobium glomeratum típico (descrito em 1894), que se distribui pela Nova Guiné e Ilhas Molucas. O meu deve ser dos do Sulawesi, não pára de crescer!





Habita zonas pantanosas próximo de rios, precisando por isso de regas abundantes durante o tempo quente e humidade elevada o ano inteiro. Como é uma espécie de baixa altitude, não tem que suportar temperaturas muito baixas no Inverno (as médias são de 27º-31ºC para o dia e de 23º-25ºC para a noite durante todo o ano); no entanto, há uma diminuição da quantidade de água disponível no final do Inverno e princípio da Primavera, devendo as plantas secar entre regas nessa altura. Também é aconselhável aumentar a luz directa no Inverno – durante o resto do ano, é suficiente uma boa luminosidade indirecta com algumas horas de sol directo de manhã ou ao fim da tarde.

Tenho-o só com lava e ele parece estar a gostar, os pseudobolbos aumentam imenso de ano para ano - comprei-o há 3 anos ainda por florir, esta é a 2ª floração. Como o ano passado, fez apenas 2 flores, mas este ano são visivelmente maiores que as primeiras. Os pseudobolbos têm levado 2 anos para amadurecer e florir.

Este aqui vou-lhe perdoar o tamanho e mantê-lo por cá, adoro as flores! São bonitas de forma, grandes, duradouras e... completamente fluorescentes! Definitivamente recomendado.

2 comentários:

Duarte disse...

Olá Teresa
Parabéns pela criação do teu Blog, já está nos favoritos.
Gosto muito das flores deste Dendrobium.

Beijocas

Duarte

TC disse...

Obrigada Duarte!