sábado, março 29, 2008

Paphiopedilum x fanaticum




Híbrido natural resultante do cruzamento entre o Paph. micranthum e o Paph. malipoense.

A flor é enorme e herdou características bem visíveis de ambos os progenitores: a bolsa exagerada do Paph. micranthum e as pétalas e dorsal a puxar mais ao Paph. malipoense, bem como o perfume (muito ténue) a maçã. A cor e a parte vegetativa são intermédias entre as duas espécies.
Como os pais, que gostam os dois de temperaturas relativamente baixas, ele passou o inverno todo no exterior. Só o voltei a trazer para dentro há cerca de um mês, quando o botão começou a engordar (a bráctea floral apareceu no início de Outubro, mas esteve praticamente parada até a temperatura começar a subir).

2 comentários:

Florescer disse...

Pois mais umas delicadas fotos...

Greenman disse...

Outro 'gorducho'...
:-)
Muito bonito!!