segunda-feira, novembro 05, 2007

Ceratochilus biglandulosus





As flores desta orquídea são bastante grandes em comparação com o tamanho da planta, que é mesmo pequenita. Adoro a translucidez das flores, e principalmente o contraste com o labelo, que é mesmo pretinho.

O género é monotípico e pertence à tribo Vandeae. É uma epífita originária das florestas tropicais de montanha (entre os 1000 m e os 2000 m) de Java e Sumatra, e aprecia verões quentes e invernos mais frescos, mas é bastante adaptável no que respeita as temperaturas. Parece que é muito económica nas raízes (é uma aquisição recente, mas realmente não vejo muitas), pelo que precisa de humidade elevada e regas regulares o ano inteiro. Onde está recebe boa luz indirecta, agora nesta altura apanha talvez uma hora de sol a meio da tarde.

2 comentários:

Greenman disse...

Não é das minhas favoritas!
Gosto bastante do vegetal destas mini da tribo das Vandas!!!

TC disse...

GM, se a visses ao vivo mudavas de opinião, é tão engraçada com as flores grandonas!